setembro 2018
DSTQQSS
       1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30       
« ago   out »
 

Archive

O prefeito João Doria sancionou nesta quarta-feira (7), o Projeto de Lei n º 355/2017, de autoria do vereador Rinaldi Digilio, que propõe a liberação da entrada de animais domésticos, como cachorros, gatos e pássaros, em visitas para pacientes internados em hospitais públicos municipais da cidade de São Paulo. A proposta foi aprovada na Câmara Municipal de São Paulo em segunda e definitiva votação, no dia 14 de dezembro e a sanção foi publicada na última edição do Diário Oficial da Cidade (DOC). Até a sanção do Projeto de Lei n º 355/2017 não existiam normativas e regras que permitiam a visita dos pets em hospitais públicos municipais, mesmo com estudos que mostram os benefícios psicossociais do contato com os bichos. A Secretaria Municipal da Saúde já conta com um projeto semelhante, em parceria com a ONG Patas Therapeutas, que promove visitas quinzenais para as crianças internadas especificamente no Hospital Menino Jesus. Estudos da ONG Patas mostram que as visitas nestes casos trazem benefícios para a saúde, pois ao brincar com o animal, ocorre na criança a liberação de neurotransmissores hormonais responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar como a endorfina, a dopamina e a oxitocina. Há também a diminuição da liberação do cortisol, que é o hormônio do estresse. “As visitas de animais, conforme mostram alguns estudos, podem ajudar e muito na melhora de pacientes, por meio da Terapia Assistida por Animais. Em outros casos, o animal doméstico não só faz parte da família, como é o único companheiro fiel do paciente, por isso, é importante uma lei, uma normativa que permita essa entrada e os médicos definirem isso de forma objetiva, com regras de saúde pública”, afirmou o vereador Rinaldi Digilio. O Hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, já permite a visita de animais de estimação para ajudar na recuperação dos pacientes internados na unidade. Além de cachorros, a visita também é permitida para gatos, pássaros e até coelhos. A permissão, que ocorre desde 2009, visa além da recuperação física, o bem-estar mental. No estado do Paraná, em dezembro do ano passado, foi promulgada a Lei nº 18.918/2016, que também permite as visitas de animais nos hospitais públicos, com regras semelhantes. “O prefeito deu mais um passo para uma cidade mais acolhedora e que se abre para diferentes métodos de saúde, como a terapia animal, que é reconhecida em todo o mundo como uma prática de excelentes resultados e com custos menores”, disse Digilio Regras Para a visita, a nova lei exige que os animais estejam com a vacinação em dia e higienizados com laudo veterinário atestando a boa condição do animal. A comissão de infectologia de cada hospital será a responsável por autorizar a entrada dos animais, que deverão estar...

São Paulo, julho de 2015 - Complementares ao tratamento médico, as terapias alternativas vêm ganhando espaço e confiança entre pacientes e pessoas com problemas de ordem emocional ou física. Elas visam amenizar as complicações geradas por diversas patologias, como depressão e ansiedade, estimulando pontos vitais do corpo para garantir seu equilíbrio ou promovendo a liberação de hormônios que reduzam o estresse. A meditação é um exemplo de terapia capaz de transformar a disposição cotidiana, promovendo o relaxamento e um melhor desempenho em atividades que exigem esforço mental. Praticada regularmente, a técnica pode, inclusive, diminuir a pressão arterial e as dores de cabeça, além de fortalecer o sistema imunológico. Outras maneiras de promover a diminuição da ansiedade, a melhora na qualidade de vida e no funcionamento do organismo são as técnicas de acupuntura, shiatsu e yoga. Produtos fitoterápicos são de origem vegetal e podem ser prescritos para problemas respiratórios, inflamações, dores, etc. As famosas plantas medicinais possuem princípios ativos que auxiliam no tratamento de desordens diversas, porém, a fitoterapia deve contar com acompanhamento médico para não provocar efeitos colaterais negativos. A interação com animais pode gerar benefícios que vão além da diversão e do carinho. É cientificamente comprovado que a Terapia Assistida por Animais (TAA) auxilia na coordenação motora e no bem estar emocional de pessoas em tratamento médico. O contato com o animal propicia a liberação de hormônios como endorfina e dopamina, e reduz o cortisol, hormônio do estresse. Conhecida por utilizar tal técnica, a ONG/OSCIP Patas Therapeutas é formada por uma equipe de voluntários e profissionais que trabalham com seus próprios animais em visitas periódicas às instituições atendidas. “Os benefícios dessa terapia são amplos porque além de atingirem os assistidos, também são repassados aos voluntários, aos familiares e aos próprios animais”, diz Silvana Fedeli Prado, idealizadora do Patas. Existem muitas outras terapias alternativas que geram efeitos notáveis no estado de saúde das pessoas, mas é importante ressaltar a necessidade de acompanhamento médico ou especializado para a maioria delas....

São Paulo, abril de 2015 - Em busca de métodos alternativos que interfiram positivamente no tratamento de patologias, muitos hospitais vêm aderindo às formas de terapia que estimulam aspectos físicos e emocionais dos pacientes, e os auxiliam a lidar com determinados quadros clínicos. Um exemplo disso é a Terapia Assistida por Animais (TAA), em que cães, gatos, aves interagem com os pacientes, gerando bem estar e criando um ambiente agradável de socialização. Uma das principais organizações especializadas nesse tipo de terapia é a OSCIP Patas Therapeutas, formada por uma equipe de voluntários e profissionais que trabalham com seus próprios animais - que atendem aos critérios internacionais de comportamento e saúde – em instituições como a Irmandade Santa Casa Misericórdia São Paulo, Hospital Infantil Darcy Vargas e Residencial Israelita Albert Einstein. As visitas periódicas duram em torno de uma hora e promovem a movimentação de alguns dos pacientes, auxiliando na coordenação motora, e também garantem a sensação de carinho e percepção do animal como semelhante em questão de vulnerabilidade, beneficiando o aspecto emocional de crianças e idosos. O contato com o animal propicia a liberação de hormônios como endorfina e dopamina, e reduz o cortisol, hormônio do estresse. “As visitas trazem alegria não só para os assistidos, mas também para os familiares e voluntários. Quando chegamos às instituições, ocorre uma movimentação muito grande e isso transforma o ambiente hospitalar, tornando-o mais agradável. Além do benefício da afetividade do animal, os envolvidos também são estimulados cognitivamente e fisicamente”, afirma Silvana Prado, psicóloga e fundadora do Patas Therapeutas. Para mais detalhes sobre as datas e horários das visitas do Patas Therapeutas, basta acessar a agenda da ONG/OSCIP....

São Paulo, abril de 2015 - Não é raro encontrar pessoas que se lembram da infância com carinho e associam essa fase aos seus brinquedos. Pode ser um carrinho, uma boneca ou aquele bicho de pelúcia especial, do qual simplesmente não desgrudava quando pequeno.  A ONG/OSCIP Patas Therapeutas iniciou, nessa semana, um projeto de financiamento coletivo para fabricar o bicho de pelúcia que acompanhará crianças em hospitais e instituições ao longo de seu tratamento, sendo o companheiro para todas as horas. Doações a partir de R$40 já recebem recompensas de diversos apoiadores, de acordo com a página da campanha. O Patas Therapeutas é uma organização sem fins lucrativos que leva animais de estimação para asilos, hospitais e abrigos, visando melhorar a qualidade de vida dos pacientes. A prática realizada é conhecida como Terapia Assistida por Animais (TAA), que já teve seus benefícios físicos, mentais, emocionais e cognitivos cientificamente comprovados. Com a fabricação dos bichinhos de pelúcia a serem entregues nas instituições atendidas pela ONG/OSCIP, cerca de 150 crianças receberão um pouco mais de carinho e de amor por meio do símbolo da organização que alegrará o ambiente em que vivem. O brinquedo também será comercializado na loja virtual, contribuindo na busca da ONG por sustentabilidade financeira e manutenção de seu trabalho. Muito mais que um brinquedo, a mascote de pelúcia também será aquela boa lembrança e companhia da infância....

São Paulo, maio de 2015 - A ONG/OSCIP Patas Therapeutas realizará seu primeiro Festival de Sorvetes. O evento faz parte da campanha de financiamento coletivo a fim de fabricar o bicho de pelúcia para pacientes atendidos. O festival contará com a presença dos animais “therapeutas”. Se os participantes que irão colaborar nessa causa também quiserem levar seus pets, eles serão bem-vindos ao evento que tem tudo pra ser um sucesso. O 1º Festival de Sorvetes do Patas acontecerá no dia 31 de maio a partir das 9h30, no espaço Selva, localizado na região da Vila Mariana, em São Paulo. Ou seja, além de muita diversão, os participantes ainda terão facilidade de acesso ao evento devido à sua ótima localização, próxima a estação Ana Rosa da linha azul do metrô. Para participar é preciso realizar uma doação de qualquer valor acima de R$40 para a campanha nesse link, que ficará no ar até o dia 26 de maio. Doando R$70 o participante tem direito a dois convites. As doações serão direcionadas à fabricação da mascote Happy em pelúcia. Cerca de 150 deles serão entregues para as crianças que estão nas instituições atendidas pelo Patas.  O brinquedo também será comercializado na loja virtual, contribuindo na busca da ONG por sustentabilidade financeira e manutenção de seu trabalho. O que? 1º Festival de Sorvetes do Patas Therapeutas Quando? Domingo, 31 de maio, das 9h30 às 13h Onde? Espaço Selva.art.br - Rua Benito Juarez, 170 – Vila Mariana (São Paulo - SP) Como chegar? Próximo à estação Ana Rosa da linha azul do metrô. Quanto? Convites adquiridos por meio de doações à partir de R$40 no site http://bit.ly/campanhapatas...

São Paulo, junho de 2015 - A garoa do último dia de maio não desanimou os participantes do 1º Festival de Sorvetes da ONG/OSCIP Patas Therapeutas, que atua em Terapia Assistida por Animais. O clima do espaço Selva, na Vila Mariana - local onde o evento ocorreu -, era de diversão e muito carinho, contando com a presença de voluntários e animais que fizeram a festa nesse domingo. O objetivo do evento era arrecadar recursos para criar a mascote de pelúcia do Patas e distribuir o brinquedo entre os pacientes das instituições atendidas pela ONG/OSCIP. A adesão à campanha e ao festival foi grande e o sucesso do evento maior ainda. Com ele, muitos puderam conhecer melhor o trabalho realizado pela organização e se aproximaram de quem faz parte do projeto. Os sorvetes ficaram por conta das marcas Folie, Naked, Picoleteria, Piccole Gelato e Sorvecão. A campanha se encerra daqui dois dias e as contribuições podem ser feitas através desse link. Com a fabricação dos bichinhos de pelúcia a serem entregues nas instituições atendidas pela ONG, cerca de 150 crianças receberão um pouco mais de carinho e de amor por meio do símbolo da organização que alegrará o ambiente em que vivem....

São Paulo, julho de 2015 - Complementares ao tratamento médico, as terapias alternativas vêm ganhando espaço e confiança entre pacientes e pessoas com problemas de ordem emocional ou física. Elas visam amenizar as complicações geradas por diversas patologias, como depressão e ansiedade, estimulando pontos vitais do corpo para garantir seu equilíbrio ou promovendo a liberação de hormônios que reduzem o estresse. A meditação é um exemplo de terapia capaz de transformar a disposição cotidiana, promovendo o relaxamento e um melhor desempenho em atividades que exigem esforço mental. Praticada regularmente, a técnica pode, inclusive, diminuir a pressão arterial e as dores de cabeça, além de fortalecer o sistema imunológico. Outras maneiras de promover a diminuição da ansiedade, a melhora na qualidade de vida e no funcionamento do organismo são as técnicas de acupuntura, shiatsu e yoga. Produtos fitoterápicos são de origem vegetal e podem ser prescritos para problemas respiratórios, inflamações, dores, etc. As famosas plantas medicinais possuem princípios ativos que auxiliam no tratamento de desordens diversas, porém, a fitoterapia deve contar com acompanhamento médico para não provocar efeitos colaterais negativos. A interação com animais pode gerar benefícios que vão além da diversão e do carinho. É cientificamente comprovado que a Terapia Assistida por Animais (TAA) auxilia na coordenação motora e no bem estar emocional de pessoas em tratamento médico. O contato com o animal propicia a liberação de hormônios como endorfina e dopamina, e reduz o cortisol, hormônio do estresse. Conhecida por utilizar tal técnica, a ONG/OSCIP Patas Therapeutas é formada por uma equipe de voluntários e profissionais que trabalham com seus próprios animais em visitas periódicas às instituições atendidas. “Os benefícios dessa terapia são amplos porque além de atingirem os assistidos, também são repassados aos voluntários, aos familiares e aos próprios animais”, diz Silvana Fedeli Prado, idealizadora do Patas. Existem muitas outras terapias alternativas que geram efeitos notáveis no estado de saúde das pessoas, mas é importante ressaltar a necessidade de acompanhamento médico ou especializado para a maioria delas....

São Paulo, março de 2015 - O diagnóstico de algumas doenças pode ocorrer mais frequentemente entre as mulheres, como no caso de problemas da tireoide, câncer de mama, enxaqueca, esclerose múltipla, doenças cardiovasculares, lúpus, entre outras patologias. Porém, muitos dos fatores que afetam a saúde feminina podem contar com um tratamento alternativo e prazeroso: o convívio com os animais. É cientificamente comprovado que a interação com animais auxilia na recuperação e tratamento de diversos quadros clínicos, como, por exemplo, a depressão e a ansiedade. Os impactos positivos da Terapia Assistida por Animais (TAA) vão além do lado emocional, apresentando, também, benefícios cognitivos, físicos e mentais. Esse tipo de terapia influencia o ambiente do tratamento, gera melhora da pressão arterial, respiração, coordenação motora, etc. Com a aproximação do Dia da Mulher (08/03), a ONG/OSCIP Patas Therapeutas, que atua na terapia assistida por animais a pessoas de várias idades, destaca a importância desse tipo de terapia para as mulheres a fim de otimizar o andamento de diversos tratamentos . Os animais devem atender aos critérios internacionais de comportamento e de saúde. A voluntária do Patas Therapeutas, Eliane Baruch, ressalta que os efeitos da TAA são, muitas vezes, mais notáveis entre as mulheres devido à maior – e menos tímida - interação com os animais. “O retorno desse trabalho é imediato, não somente no quadro clínico, mas também por trazer segurança e um sentimento de satisfação. A interação dos animais com os assistidos, seja brincando ou praticando exercícios, afeta a capacidade cognitiva e física”, diz Eliane. O engajamento voluntário no trabalho da OSCIP é mais recorrente entre as mulheres, sendo um auxílio para ambas as partes, gerando bem estar e satisfação....

A ONG/OSCIP Patas Therapeutas é uma associação sem fins lucrativos que atua nas áreas de Atividades, Educação e Terapia Assistidas por Animais (A/E/TAA). Ou seja, o Patas leva animais em asilos, hospitais e abrigos para melhorar a qualidade de vida dos pacientes! Para entender melhor, a ONG tem como missão oferecer os benefícios dos efeitos da convivência com animais, trazendo resultados cientificamente comprovados para a saúde física, emocional, mental e social dos assistidos. Além disso, as ações colaboram para o resgate de vínculos afetivos, de prazer e de qualidade de vida das pessoas. Voltado para o público infantil e idoso, o trabalho do Patas Therapeutas depende de profissionais e voluntários com ou sem animais de estimação. Os voluntários com patas são aqueles que levam seus animais efetivamente nas visitas e os sem patas trabalham para ajudar no funcionamento geral da ONG, além de auxiliar nas atividades dentro das instituições. Os animais terapeutas podem ser cachorros, gatos, coelhos, aves e bichos de estimação, desde que sejam aprovados por rígidos protocolos internacionais de saúde e comportamento. Desta forma, a equipe vai com hora marcada e conhecendo as patologias dos pacientes até os seguintes locais: • FUNSAI - abrigo de crianças vitimadas; • Hospital Infantil Darcy Vargas – crianças da Oncologia, Nefrologia, Hematologia e Clínica Cirúrgica e Geral; • Residencial Israelita Albert Einstein – idosos com diversas patologias; • AFAI – Projeto de Aves e Cães Terapeutas - idosos com Alzheimer; • Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – Pediatria e Ortopedia; • Hospital Municipal Infantil Menino Jesus – crianças com diversas patologias; • Divisão Porto Feliz/SP – Cidade dos Velhinhos. Em 2013, foram mais de sete mil atendimentos e em 2014 a meta é passar de 11 mil. Para conhecer mais, visite o site ou o Facebook da ONG....

A ONG/OSCIP Patas Therapeutas é uma associação sem fins lucrativos que atua nas áreas de Atividades, Educação e Terapia Assistidas por Animais (A/E/TAA). Ou seja, o Patas leva animais em asilos, hospitais e abrigos para melhorar a qualidade de vida dos pacientes! Para entender melhor, a ONG tem como missão oferecer os benefícios dos efeitos da convivência com animais, trazendo resultados cientificamente comprovados para a saúde física, emocional, mental e social dos assistidos. Além disso, as ações colaboram para o resgate de vínculos afetivos, de prazer e de qualidade de vida das pessoas. Após dois anos de funcionamento, o Patas Therapeutas deu início à criação de seu primeiro calendário por meio de uma campanha de financiamento coletivo. Ou seja, com a sua ajuda os heróis de patas visitarão cada vez mais pessoas e levarão alegria cada vez mais longe. Qualquer quantia doada é muito bem-vinda! A partir de R$ 30,00 o doador recebe o calendário e um certificado digital de colaborador e doações a partir de R$ 50,00 já podem ser parceladas. Quanto mais o valor da doação aumentar, maiores são as recompensas e mais pacientes podem ser ajudados com muito carinho. Toda a renda revertida nesse projeto e na posterior venda dos itens também será usada para a manutenção das atividades e para a ampliação dos atendimentos. Apesar de o Patas ter apenas trabalhos voluntários, há gastos inevitáveis a qualquer organização. Por isso sua ajuda é tão importante para que ele consiga manter o foco no atendimento ao paciente e não nas despesas do dia a dia. O Patas Therapeutas conta com uma ajuda de peso para fazer o projeto acontecer: as empresas Leite-Com, Wouf! e Poster de Papel doaram itens incríveis para poderem recompensar aqueles que ajudarem! Há também itens personalizados da ONG, como marca-páginas, bottons, adesivos e bloco de notas, além do calendário estrelado pelo mascote do Patas. Para entender mais sobre o projeto dos calendários acesse o site do Patas ou o site da Kickante para conhecer nossas recompensas e doar para a campanha....

Enviando ...

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das novidades da Patas Therapeutas.