O perfil do Voluntário

Qualquer pessoa pode ser nosso voluntário, independente do grau de escolaridade ou idade, com ou sem animal de estimação.

No Patas Therapeutas utilizamos os animais de estimação como facilitadores para a promoção de experiências agradáveis, humanizando as instituições, resgatando, para os assistidos e/ou pacientes, o mundo exterior e a possibilidade de modificar o cotidiano do local, do dia a dia das pessoas, sejam assistidos, pacientes, profissionais, cuidadores, parentes, etc.

Para que este trabalho cumpra sua missão, o animal precisa estar com a saúde e comportamento em dia para que possa trabalhar com prazer, levando todos os benefícios da interação para as pessoas necessitadas, em hospitais, casas asilares, abrigos, escolas e onde for necessário.

Acreditamos que a contribuição individual é fundamental para mudar para melhor uma realidade, mas é necessário cumprir rígidas regras e procedimentos, pois as atividades são realizadas com assistidos e pacientes, na sua maioria, com baixo sistema imunológico.

Portanto, nosso trabalho, apesar de voluntário e com nossos animais de estimação, requer muita responsabilidade não somente com os assistidos, pacientes, instituição, mas com nós mesmos e com nossos animais.

Requisitos para nosso voluntário

  • Identificação com o nosso trabalho de terapias assistidas para se oferecer como voluntário;
  • O trabalho voluntário exige o mesmo grau de responsabilidade que é exigido em uma empresa, se não maior;
  • Ser também uma pessoa engajada, altruísta, assídua, disciplinada, pontual, ter boa vontade, paciência, prontidão, iniciativa, espírito de equipe, discrição e agir conforme os princípios da ONG;
  • Seguir nosso manual do voluntário, assim como os protocolos de comportamento e saúde do animal.

Passo 1: Ficha Cadastral

Para iniciar seu processo de avaliação, você deve preencher nossa ficha cadastral.

Preencha a ficha cadastral agora mesmo!

Passo 2: Triagem

Voluntário com animal
  • Participar de uma palestra inicial;
  • Realizar 3 visitas obrigatórias sem o animal;
  • Avaliações de comportamento e saúde do animal;
  • Após as avaliações, realizará 3 visitas supervisionadas com cão;
Voluntário sem animal
  • Participar de uma palestra inicial;
  • Realizar 3 visitas obrigatórias;

Passo 3: Voluntário aprovado

  • Preencher ficha cadastral;
  • Preencher e assinar o Termo de Voluntário, conforme a Lei n. 9.608 de 18/02/1998;
  • O voluntário deverá pagar uma taxa de adesão. Neste valor está incluso um kit composto de: uma camiseta pólo para o voluntário, uma bandana para o animal. Todos os valores recebidos serão revertidos para a sustentabilidade da ONG.
  • O voluntário somente iniciará as atividades na ONG após ser aprovado, entregar os documentos acima assinados, pagar a taxa e receber o kit.

 

“Para conseguir um resultado diferente da maioria, você tem de  ser especial. Se fizer igual a todo mundo obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente, ela não é modelo de sucesso”.
(Roberto Shinyashiki – Médico Psiquiatra)